Se você não falar... não vai aprender inglês.

09-11-2017 08:18

Uma das coisas que percebemos em nossos cursos é a dificuldade do aluno expressar seus pensamentos em inglês, na maioria dos casos.

Muitos gostam de copiar os ensinamentos das aulas, ler, mas falar, às vezes "parece um trauma".

Por isso, se o aluno ou a aluna que estuda o idioma ou outros idiomas, tem a pretensão de aprender inglês ou qualquer outro idioma, de verdade, deve tentar o máximo possível (aqui, até mesmo nos casos da luta íntima e psicológica dos mais tímidos), expressar sua idéia na língua.

No QUERO IDIOMAS por exemplo, fazemos isso de forma natural, leve e divertidade, criando jogos e situações que levem o aluno a perceber sua fala de maneira fluída e sincera.

Tudo é importante, escrever, ler, mas o falar, essencial...

Pois em nosso processo educacional mesmo, tivemos os dois melhores professores das nossas vidas: nosso pai e nossa mãe. 
Com seus ensinamentos, até em torno dos 6 anos, apenas com a fala, pudemos repetir, repetir, repetir e falar de tudo aquilo, que nos interessava aprender.

E com certeza, tais ensinamentos, após esse período, permanece até hoje.

Por isso, estamos falando de um triângulo, sem uma das suas bases (ler, escrever e falar) não conseguiremos de verdade, fechar o ciclo.

"Permita-se", "teste-se", "exponha-se"... 
Afinal, fale inglês do seu jeito e do seu modo, mas "mostre-se!

Prof. Rogério Vilkevicius